Desafio #2 T-SQL – MERGE e OUTPUT

Merge

MERGE é uma cláusula sensacional que foi implementada no SQL Server 2008. Pouca gente usa, e eu imagino que seja pela complexidade de declaração se comparando com outros comandos DML (Como por exemplo, DELETE, UPDATE e INSERT).

Leia mais sobre o comando aqui

Devo lembrar que a prova 70-461 vai cobrar esse conhecimento e provavelmente em mais de uma questão (assim como aconteceu na 70-433) e é bastante interessante que o conhecimento da mesma seja algo natural e intuitivo, além de ser um ótimo modo de se pensar/programar DML. Qual a forma que encontrei falar sobre a cláusula? Bem, claro, com um desafio! Vamos ao Desafio T-SQL #2 – MERGE e OUTPUT

Case

A empresa Trupe123 resolve, depois de anos sem dar aumento para seus funcionários, tomar uma atitude. Muito foi discutido sobre plano de crescimento, meritocracia, etc e depois de muita discussão, polêmica e briga. Como várias pessoas também saíram da empresa em um curto período de tempo, o RH aproveitou o momento para realizar mudanças no quadro de funcionários (acrescentando e/ou retirando profissionais) ou alterando cargos.O responsável pelo RH, chamado Pedro Bial entregou a você, o DBA, uma lista de mudanças que devem ser refletidas na tabela de empregados.

--> Vamos criar o que consta no case...

USE TEMPDB
GO

IF OBJECT_ID('dbo.Empregado','U') IS NOT NULL
	DROP TABLE dbo.Empregado

GO

--> Esta é a tabela que deve ser atualizada!

CREATE TABLE dbo.Empregado(
	id INT identity (1,1) NOT NULL PRIMARY KEY,
	nome VARCHAR(50) NULL,
	cargo VARCHAR(50) NULL,
	ativo BIT NULL
);

GO

--> A cláusula OUTPUT foi colocada ali pra conferir o resultado da inserção. Tal linha pode ser omitida.

INSERT INTO dbo.Empregado
OUTPUT INSERTED.*
VALUES ('Paulo','DBA Jr.',1),('Teonardo','DBA Jr.',1),('Maria','DBA Sr.',1),('Tio','DBA Sr.',1),
	   ('Daiana','DBA BI',1),('Risonho','DBA Pl.',1),('Marciones','DBA Híbrido',1)

--> A tabela a seguir contêm as mudanças solicitadas pelo Gestor de Informação do RH que devem ser realizadas na tabela de Empregado

IF OBJECT_ID('dbo.ListaMudancasRH','U') IS NOT NULL
	DROP TABLE dbo.ListaMudancasRH

GO

CREATE TABLE dbo.ListaMudancasRH(
	id int identity (1,1) not null primary key,
	nome varchar(50) null,
	cargo varchar(50) null,
	explicacao varchar(300) null,
	ativo bit null
)

--> Mudanças nessa tabela. A cláusula OUTPUT pode ser omitida pelos mesmos motivos de sua aparição anterior aqui no exercício.

INSERT INTO dbo.ListaMudancasRH
OUTPUT INSERTED.*
VALUES  ('Paulo','DBA Jr.','Manteve o mesmo cargo porque não quer se capacitar',1),
		('Teonardo','DBA BI.','Se destacou na área de BI',1),
		('Maria','DBA Sr.','Foi mandada embora por vender informações confidenciais da empresa',0),
		('Tio','DBA Sr.','Mudou de empresa para ganhar duas vezes mais',0),
		('Latrocínio','DBA Dev.','Entrou para a empresa. Possui disciplina e garra',1),
		('Daiana','DBA BI','Mudou de empresa e de área para ganhar duas vezes mais',0),
		('Risonho','DBA Pl.','Dropou todas as bases de sacanagem. Teve que ser mandado.',0),
		('Manolo','DBA Jr.','Estagiário que virou Trainee que virou depois de muito tempo Jr.',1)

Com o material necessário pronto para fazer o seu trabalho, algumas instruções lhe são impostas: O pedido do RH foi bastante claro: associar pelo nome que já existe no sistema.

1) Quem estiver com ativo = 0, foi desligado. Logo, deve-se apagar da tabela de Empregados quem foi desligado.

2) O Profissional que estiver na lista de Mudanças do RH mas não estiver na tabela de Empregados deve ser incluído.

3) Pode ter havido alguma alteração de cargo para quem não foi desligado. O valor que deve permanecer é o que vem da lista de Mudanças do RH, desde que o funcionário exista tanto na tabela como na Lista do RH.

4) O profissional que estiver na tabela de Empregados mas não estiver na Lista de Mudanças deve ser mantido como está.

Agora, como dizia Bane: LET THE GAMES BEGIN! O desafio, composto de duas etapas:

1) Construa uma instrução MERGE que esteja dentro do pedido do Pedro Bial, do RH;

2) Construa uma tabela de auditoria temporária que irá receber:

a) O nome do funcionário envolvido na atualização;

b) O nome do evento (INCLUSÃO, EXCLUSÃO OU ATUALIZAÇÃO) seguido do valor antigo e do valor novo, se necessário;

c) Um campo de DATA que informe DATA E HORÁRIO de quando o registro foi incluído na tabela de auditoria; PS: Para o desafio de no.2, sinta-se a vontade para recriar toda a estrutura e adapte a sua estrutura MERGE utilizando a cláusula OUTPUT.

Outra coisa: como você provavelmente vai testar bastante tais comandos, vale a pena abrir algumas transações e ver o resultado por lá mesmo. É isso. Na próxima postagem volto com o resultado. Provavelmente final de semana. Novamente, obrigado pela sua visita e sinta-se a vontade.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s